(31) 3235-8100

contato@amarilfranklin.com.br

icon-blogBlog Amaril Franklin

Vale anuncia dividendos de R$ 7,7 bilhões e programa de recompra de ações de R$ 1 bilhão

Valor da remuneração equivale a cerca de R$ 1,48 por ação e será dividida em dividendos e juros sobre capital próprio

 

Infomoney, 

SÃO PAULO - Junto com seu balanço divulgado nesta quarta-feira (25), a Vale (VALE3) anunciou o pagamento de remuneração aos acionistas no valor total de R$ 7,694 bilhões, o equivale a R$ 1,480361544 por ação.

 

Deste valor, R$ 6,801 bilhões serão na forma de juros sobre capital próprio e R$ 892,645 milhões na forma de dividendos. Esta é a primeira distribuição baseada na nova Política de Remuneração aos Acionistas, que tem nova fórmula de cálculo. O pagamento ocorre em 20 de setembro.

Além disso, o Conselho de Administração da empresa aprovou um programa de recompra de ações no valor de US$ 1 bilhão, “refletindo a confiança dos administradores de que recomprar as próprias ações da Vale é um dos melhores investimentos para os recursos excedentes da companhia". O programa terá a duração de até 365 dias.

No programa Be-a-bá da Bolsa, Karel Luketic, analista-chefe da XP Investimentos, afirmou que "a Vale está às vésperas do maior ciclo de dividendos da história da companhia". Ele explicou que o ótimo pagamento de dividendos deve durar alguns anos e que vai trazer "um retorno expressivo para os acionistas".

Este cenário, porém, não acontecerá em um mês, mas de forma gradual, ao longo dos trimestres. "Eu acho que aos poucos isso vai sendo precificado; é uma história de 2018 para 2019", disse.

Publicado em Notícia

MELHORES PAGADORAS DE DIVIDENDOS - HISTÓRICO DE 5 ANOS. Consulte o arquivo clicando aqui.

Publicado em Blog

Vale muda política de dividendos e pagamento passa a depender do Ebitda semestral

Segundo a empresa, "política foi elaborada com o intuito de ser, ao mesmo tempo, agressiva e sustentável por um longo período de tempo"

Infomoney, 29 mar, 2018 19h20

SÃO PAULO - A Vale (VALE3 +1,61%) divulgou na noite desta quinta-feira (29) sua nova política para pagamento de dividendos aos acionistas, que passará a valer a partir da divulgação do resultado do primeiro trimestre deste ano. A partir de agora, a mineradora pagará duas parcelas semestrais, uma em setembro e outra em março do ano seguinte.

Além disso, o Conselho de Administração poderá anunciar juros sobre o capital próprio no mês de dezembro de cada ano, para pagamento em março do ano seguinte, em valores que serão reduzidos do valor da parcela de março. A Vale também informou que ainda poderá fazer pagamentos extraordinários de dividendos.

Outra mudança feita pela empresa será de que agora o valor a ser pago será de 30% do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) ajustado menos o Investimento Corrente registrado no resultado do primeiro semestre, para a parcela de setembro, e no balanço do segundo semestre, para a parcela de março.

"A política foi elaborada com o intuito de ser, ao mesmo tempo, agressiva e sustentável por um longo período de tempo, podendo ser aplicada em qualquer cenário de preço, permitindo ainda, previsibilidade das datas de pagamentos e do montante a ser distribuído", explicou a Vale em comunicado ao mercado.

Publicado em Notícia