(31) 3235-8100

contato@amarilfranklin.com.br

icon-blogBlog Amaril Franklin

Relatório de fechamento Fundo de Investimento em Ações Amaril Franklin do mês de Junho de 2018 para que vocês possam conhecer mais uma opção para diversificação das suas aplicações financeiras.

Destacamos que os resultados apresentados no longo prazo são mais positivos que a maioria das ofertas de investimento disponíveis no mercado.

Confira abaixo o comparativo de rentabilidade do mês e a Evolução da Carteira do Fundo nos últimos 36 meses e baixe o relatório completo clicando aqui.

Evoluo-Fundo-6

 

 

 

Publicado em Blog

Relatório de fechamento Fundo de Investimento em Ações Amaril Franklin do mês de Junho de 2018 para que vocês possam conhecer mais uma opção para diversificação das suas aplicações financeiras.

Destacamos que apesar do resultado do mês não ter sido o esperado, os resultados apresentados no longo prazo são mais positivos que a maioria das ofertas de investimento disponíveis no mercado.

Confira abaixo o comparativo de rentabilidade do mês e a Evolução da Carteira do Fundo nos últimos 36 meses e baixe o relatório completo clicando aqui.

 

 

relatorio-fundo5

Publicado em Blog

Relatório de fechamento Fundo de Investimento em Ações Amaril Franklin do mês de Maio de 2018 para que vocês possam conhecer mais uma opção para diversificação das suas aplicações financeiras.

Destacamos que apesar do resultado do mês não ter sido o esperado, principalmente impactado pela queda das ações da Petrobrás durante a greve dos caminhoneiros, os resultados apresentados no longo prazo são mais positivos que a maioria das ofertas de investimento disponíveis no mercado.

Confira abaixo o comparativo de rentabilidade do mês de Março e a Evolução da Carteira do Fundo nos últimos 36 meses e baixe o relatório completo clicando aqui.

 

relatorio-fundo

Publicado em Blog

Nova ida ao Fundo mostra mais uma vez que argentino não tem confiança na sua moeda

Se os argentinos não confiam, menos ainda o farão os investidores estrangeiros

      •  

Presidente da Argentina, Mauricio Macri - AFP

9.mai.2018 às 2h00

Clóvis Rossi

FOLHA DE SÃO PAULO

O argentino não confia na moeda local, chame-se como se chame. É um dado histórico. Por isso, a qualquer turbulência, como a queda em curso das moedas dos emergentes, corre para o dólar.

O inescapável passo seguinte é pedir socorro ao FMI, como fez o presidente Mauricio Macri nesta terça-feira (8).

É outro passo com longa história: o primeiro acordo foi assinado em 1958, claro que em dimensões modestas (US$ 75 milhões, em valores da época), se comparadas com o deste momento (o jornal Clarín fala em US$ 30 bilhões).

Se os argentinos não confiam, menos ainda o farão os investidores estrangeiros. Tanto é assim que o governo teve de torrar US$ 5,4 bilhões em cinco dias da semana passada para tentar evitar uma disparada do dólar. Não funcionou.

O governo resolveu, então, jogar os juros para obscenos 40% e ainda anunciou um corte na previsão de déficit fiscal de 3,2% do PIB para 2,7%.

Nem todo esse arsenal impediu que, nesta terça-feira, o governo jogasse a toalha e recorresse ao FMI, um organismo que não goza precisamente de afeto na América Latina.

Funcionará? O ex-presidente uruguaio Júlio María Sanguinetti, com a experiência de quem conviveu com muitos momentos de aflição na economia do vizinho, comenta com a Folha que há duas maneiras de olhar a iniciativa de Macri: do ponto de vista do mercado, pode de fato servir para brecar o frenesi em torno do dólar.

Mas, do político, o resultado só pode ser negativo.

De fato, Juan Gabriel Tokatlian, diretor do Departamento de Ciência Política e Estudos Internacionais da Universidade Torcuato di Tella, da Argentina, explode com a Folha: "A Argentina vai ser a Grécia da América Latina".

As reações de políticos e economistas confirmam a previsão de Sanguinetti. Ricardo Alfonsín, da União Cívica Radical que esteve aliada com Macri, diz que as condições que o Fundo costuma impor para dar crédito "podem ser, com o tempo, um remédio muito pior que a enfermidade".

O economista Guillermo Nielsen, que milita no grupo de Sérgio Massa, peronista dissidente do kirchnerismo e que em geral colabora com Macri, tuitou: "Ir ao FMI com reservas de mais de US$ 55 bilhões é muito raro. Mostra um país incapaz de corrigir-se sozinho, apesar de contar com recursos importantes".

É uma outra maneira de dizer que até o governo desconfia da capacidade da Argentina de fazer frente ao dólar.

Ainda do ponto de vista político, o recurso ao Fundo de certa forma encerra a lua de mel — já arranhada — que Macri conseguiu com os setores empresariais e políticos à direita do centro. É o que constata Margarita Stolbizer, que foi candidata presidencial, crítica do kirchnerismo e que diz agora: "O anúncio do presidente assusta. Ou não estão nos contando tudo ou traem de maneira desleal a expectativa que construíram".

Tudo somado, só se pode dar razão a Ezequiel Burgo, jornalista do Clarín, quando lembra que o ministro da Economia, Nicolás Dujovene, tentou justificar o pedido de empréstimo dizendo que o Fundo mudara. Emendou Burgo: "O único que parece não ter mudado é a economia argentina".

Publicado em Notícia

Relatório de fechamento Fundo de Investimento em Ações Amaril Franklin do mês de abril de 2018 para que vocês possam conhecer mais uma opção para diversificação das suas aplicações financeiras.

 

Confira abaixo o comparativo de rentabilidade do mês de Março e a Evolução da Carteira do Fundo nos últimos 36 meses e baixe o relatório completo clicando aqui.

 

Evoluo-Fundo

Publicado em Blog

Relatório de fechamento do Fundo de Investimentos em Ações Amaril Franklin de Fevereiro de 2018 para que vocês possam conhecer mais uma opção para diversificação das suas aplicações financeiras.

Confira abaixo o comparativo de rentabilidade do mês de Dezembro e a Evolução da Carteira do Fundo nos últimos 36 meses e baixe o relatório completo clicando aqui:

Rentabilidade-Fevereiro

 

Publicado em Blog

Relatório de fechamento do Fundo de Investimentos em Ações Amaril Franklin do ano de 2017 para que vocês possam conhecer mais uma opção para diversificação das suas aplicações financeiras.

Confira abaixo o comparativo de rentabilidade do mês de Dezembro e a Evolução da Carteira do Fundo nos últimos 36 meses e baixe o relatório completo clicando aqui:

 

RentabilidadeDez

Publicado em Blog