(31) 3235-8100 / (31) 3201-9681

contato@amarilfranklin.com.br

noticiaNOTÍCIAS

Meirelles diz que elevação de IOF está no leque de opções para aumentos de impostos
"Tudo indica que será necessário, inevitável... se tiver que aumentar será, por exemplo, retirar isenções que foram dadas para empresas e que não funcionou", disse

(Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta sexta-feira que entre as opções do governo para elevar impostos está o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Ele ressaltou, no entanto, que não seria IOF sobre o câmbio ou sobre o crédito geral.
"Tudo indica que será necessário, inevitável... se tiver que aumentar será, por exemplo, retirar isenções que foram dadas para empresas e que não funcionou", disse Meirelles, em entrevista à TV Globo, em trecho veiculado no canal de notícias GloboNews.
"O que está no leque é isso: isenções que foram concedidas por empresas, tributos sobre diversas operações, isso é o primeiro, algumas coisas referentes a setores específicos e IOF", acrescentou. "Não é IOF de câmbio, isso foi muito falado, mas não é, não terá IOF de câmbio. Não será IOF de crédito geral também. E o PIS/Cofins, se for necessário, alguma coisa."
Na quinta-feira, o ministro cravou que o governo elevará impostos para cumprir a meta fiscal deste ano. Em entrevista exibida no SBT, afirmou que uma parte do rombo de 58,2 bilhões de reais para o cumprimento da meta de déficit primário deste ano será coberto com aumento de impostos já existentes. [nL2N1H10BY]
"Uma parte dessa diferença será cumprida com mais cortes de gastos e uma parte será aumento de impostos", disse ele, citando, PIS/Cofins e a reoneração de algumas isenções fiscais.

_____________________________________________________________________

 

Fonte: Reuters

 

Publicado em Notícia